Jovens aprendizes e estagiários reúnem gerações em ação solidária de Páscoa em Sapucaia

21/04/22

Jovens aprendizes e estagiários reúnem gerações em ação solidária de Páscoa em Sapucaia

Ovos de chocolate produzidos pelos aprendizes e estagiários que integram o programa Seu Jeito de Ser foram entregues em evento preparado para crianças e idosos

A Páscoa inspirou os jovens aprendizes e estagiários que participam do programa Seu Jeito de Ser da Paraibuna Embalagens em Sapucaia (RJ) a agir a partir do valor: empreenda com responsabilidade. O grupo se organizou para fazer ovos de chocolate que foram embalados e entregues para crianças, adolescentes e idosos atendidos por entidades do município na quinta-feira (14) . A ideia foi proporcionar um dia diferente, com a alegria e a partilha que são pontos centrais na comemoração da data festiva, além de integrar e promover interação entre diferentes gerações. 

A secretária de Assistência Social de Sapucaia, Magda Dalloz, ressaltou a importância do momento de confraternização e troca de experiências. “Trabalhamos com os extremos, de um lado idoso e do outro crianças. Isso proporciona experiências diferentes do que eles vivem no dia a dia, o que é muito bom. Os idosos falam com a gente que o pessoal da Paraibuna traz alegria, todo mundo ri, se diverte, conversa. É muito bom ouvir isso”. 

Ainda de acordo com Magda, enquanto para os idosos o sentimento que fica é o de renascimento, para as crianças, o sentido é diferente: de esperança. “Eles recebem grandes lições de vida no contato com os idosos. Os pequenos falam conosco, que gostam de aprender com eles.” Ao todo, 12 crianças e adolescentes, 10 idosos e ainda os cuidadores e coordenadores das instituições participaram da ação. Pessoas com idades de 18 meses a 86 anos. “A Paraibuna é nota dez! Pelos ovos de Páscoa, agradeço muito. Um parabéns de todos os que moram aqui no Lar de Idosos”, agradeceu o senhor Carlos Walmir Werneck. “A visita da Paraibuna ao nosso Lar nos trouxe muita alegria”, acrescentou Walter Nascimento, outro atendido pela instituição. 

Na avaliação da gerente de Operações Administrativas da Paraibuna Embalagens, Rita Rievert, o resultado da ação indica que os jovens estão desenvolvendo habilidades que farão deles profissionais completos. “Desde o início do trabalho com esse time tivemos um engajamento e um senso de responsabilidade tão grandes, que entendemos que realmente estamos realizando essa missão com sucesso.” 

Rita salientou que a cada vez que um desafio como esse é lançado, os aprendizes e estagiários entendem o quanto as atividades são relevantes para o crescimento deles e para o desenvolvimento das comunidades. “Proporcionar essa conscientização é muito interessante. Conseguimos despertar o melhor nesses jovens, que é o envolvimento, o comprometimento e a responsabilidade social

Trabalho colaborativo 

O Senai Três Rios entrou como apoiador, orientando os jovens em todas as etapas do processo. Divididos em dois times, parte no turno da manhã, parte à tarde, aprendizes e estagiários participaram da compra do material para a produção dos ovos de chocolate,  fabricaram os doces e embalaram tudo para a entrega. Para o coordenador Operacional de Educação Profissional do Senai, Felipe Cabral Medeiros Batista, a ação solidária contribuiu para fomentar nos discentes o trabalho colaborativo, promovendo a integração entre as  equipes e o desenvolvimento de novas habilidades.

“Ações como essa agregam à mobilização de capacidades sociais, organizativas e metodológicas, possibilitando um olhar mais empático, ampliando olhares e perspectivas, de modo que os aprendizes possam contribuir com uma sociedade mais humanizada e afetuosa”, frisou Felipe. 

Retorno Positivo  

Para as crianças, o dia foi diferente, trouxe alegria e um gosto de quero mais. “ Eu gostei muito, achei muito legal e quero de novo! Muito obrigado”, disse Sulamita, uma das pequenas atendidas por instituições de Sapucaia. “Eu gostei muito de ganhar presente, foi ótimo”, comemorou Ítalo, outra criança assistida. Miriam, que também foi presenteada,  comentou: “Eu amei o encontro com o pessoal da Paraibuna.”

O Coordenador de Proteção Especial da Instituição de Acolhimento de Crianças e Adolescentes de Sapucaia, Cláudio Márcio Júnior, conta que a reação das crianças que participaram da ação foi de encantamento. “Sentiram-se extremamente felizes com o presente de chocolate. Afinal, qual criança não ama um doce, não é mesmo? e as mais velhas sentiram-se abraçadas com o gesto de carinho, bem como a lembrança recebidos. Todos voltaram muito felizes e satisfeitos”. 

Para Cláudio, esse tipo de interação é muito importante e contribui muito para o aprendizado das crianças e adolescentes. “Beneficia eles tanto no contato pessoal com outras pessoas, cooperando para que se tornem crianças mais sociáveis, quanto no contato afetivo permitindo que comecem a demonstrar princípios de carinho, amor e afeto com o próximo”. 

Experiência gratificante

Os jovens aprendizes e estagiários contaram  que a oportunidade de fazer algo pelas pessoas da comunidade é especial “Sem dúvida foi uma experiência muito gratificante, poder levar solidariedade e carinho para pessoas que muitas vezes são esquecidas. Ver o sorriso no rosto de cada um dos idosos e também das crianças, não tem preço . Esse é o diferencial da Paraibuna, uma empresa que se envolve com a comunidade, faz seus valores e missão acontecerem. Tenho muito orgulho de ter participado”, pontuou a aprendiz Graciéle Patrocínio. 

Há palavras, segundo Graciéle, que serão levadas para a vida. “Teve um senhor no lar de idosos que falou comigo assim: ‘eu nunca vou me esquecer de você’. Nós levamos amor e alegria para eles, e voltamos abastecidos”, confidenciou. 

O jovem aprendiz Fábio Cardozo salientou que todas as etapas da ação, da produção dos ovos de chocolate ao encontro, foram incríveis. “Foi um momento muito gratificante poder fazer a entrega desses ovos de Páscoa, passar um tempo com essas pessoas e ver a felicidade delas. Muitas vezes, pensamos que temos que dar dinheiro ou comida, e, sim, isso é muito importante, mas para além disso, o que elas precisam mesmo é de atenção. Se sentir lembrado, isso faz a diferença!”. 

A estagiária Ana Beatriz Romanelli conta que já admirava o projeto EmbalandO Bem, mesmo antes de entrar na empresa. “Fazer ações sociais é mais do que somente ajudar o outro, é sentir-se bem consigo mesmo. No caso do projeto de fazer ovos de Páscoa, como hoje a situação econômica torna inacessível para algumas camadas da população, foi muito oportuno. Ficamos bem animados com a ideia, e quando chegou o dia da preparação, foi super legal”. 

Ana contou que apesar da responsabilidade e da seriedade da ação, foi também um momento de confraternização entre todos os que participaram. “Toda a organização, limpeza e carinho que colocamos ali foi de extrema valia para ver os rostinhos de felicidade de quem não ganharia nada nessa data. Além de ter sido muito divertida toda a experiência. Pequenos gestos que fazem a diferença num mundo tão conturbado.”

Sobre o público que recebeu os ovos, que estão em opostos períodos da vida, Ana destacou: “O sentimento que fica disso tudo é de que já passamos e passaremos por tudo isso um dia, e podia ser a gente ali, logo, a vontade de ajudar se torna muito maior.” 

Notícias Relacionadas