Programa Desenvolver leva mais conhecimento aos setores de Impressoras e Bolacheira

08/04/22

Programa Desenvolver leva mais conhecimento aos setores de Impressoras e Bolacheira

A Paraibuna Embalagens, em busca de reforçar seus valores de estimular o aprendizado, o comprometimento com o resultado e a valorização das pessoas, ofereceu uma capacitação nas duas unidades da empresa: no setor de Impressoras em Sapucaia (RJ) e de Bolacheira em Juiz de Fora (MG). Além de treinar as equipes, o intuito foi ajustar processos internos, otimizando as ações com o foco na qualidade, melhorando a comunicação e o senso de coletividade. 

Após o período pandêmico mais grave, em que havia a impossibilidade de reunir pessoas na busca por evolução técnica dos colaboradores, a retomada dos treinamentos apresenta uma visão mais técnica de cada insumo e de cada matéria prima aos profissionais.

No setor de Impressoras, onde ocorre a conversão das chapas em embalagens de papelão ondulado, os treinamentos foram pautados na experiência com os fornecedores. “Esse encontro nos permitiu ter um melhor entendimento dos processos para nos auxiliar na solução de problemas e no processo de melhoria contínua. Isso otimiza muito, pois nos permite entregar um produto cada vez melhor aos nossos clientes”, explica o supervisor de produção do setor de Impressoras, Cláudio Henrique Fontoura Gonçalves. 

Cláudio ainda ressalta que tanto os colaboradores mais experientes quanto os mais novos se engajaram nas atividades e foram participativos, o que colaborou para que todos esclarecessem  dúvidas. O operador de produção Washington José dos Santos Guimarães, conta que a capacitação agregou muito, antes com a exposição de questões teóricas e, na sequência, com a aplicação dos conceitos na área de produção. “Já estou há seis anos na empresa e com esses treinamentos estou desenvolvendo minha capacidade técnica, o que vai impactar positivamente nas minhas entregas.” 

O mesmo aconteceu no setor de Bolacheira, que faz o beneficiamento da bobina de papel que é produzida na empresa. O objetivo foi atualizar sobre a rotina do trabalho, uma vez que a equipe, recentemente, foi ampliada para atender a demanda do mercado. Entre os assuntos que entraram no treinamento, segundo o assistente técnico de produção da Bolacheira, Rafael Aleixo, estiveram a ergonomia, que é a forma correta de como os funcionários realizam os movimentos; a operação geral e os indicadores de produção. “A intenção foi contextualizar o time para que pudesse identificar quais são os aspectos importantes para o cliente e como se destacar no mercado oferecendo um papel de qualidade e bastante competitivo”. 

Essa forma de aproveitamento desse material, segundo o supervisor de produção da Bolacheira, Fernando Reis, é mais recente, mas foi muito bem aceita. “Aumentou em 15% a produção com essa nova finalidade da bolacha, pois a Paraibuna, mais uma vez, vem expandindo para atender o mercado. Mesmo com a pandemia, a demanda aumentou e por isso temos investido na melhoria do processo, maquinário e no desenvolvimento de nossa gente.” 

Na avaliação do auxiliar de produção Joelson Siqueira, a capacitação tem um viés positivo de trabalhar informações que fazem parte do dia a dia e agregar outros conhecimentos. “As lições passadas ajudam a “refrescar” a nossa memória e fazem com que a gente preste cada vez mais a atenção em coisas que são importantes, como a segurança do trabalho. É muito bom ter esse tipo de treinamento”.

Notícias Relacionadas