Operação Empilhadeira: mais conscientização sobre manuseio e trânsito do equipamento

06/04/22

Operação Empilhadeira: mais conscientização sobre manuseio e trânsito do equipamento

A Paraibuna Embalagens, fiel aos seus valores de respeito à vida e de valorização das pessoas, promoveu a “Operação Empilhadeira”, uma ação que ocorreu nas duas unidades da empresa, tanto em Sapucaia (RJ) quanto em Juiz de Fora (MG). O objetivo foi alertar, treinar, conscientizar e sensibilizar o time de operadores a respeito do uso seguro das empilhadeiras, equipamento pesado utilizado para transportar cargas em várias áreas da fábrica.

“A operação com as empilhadeiras é um trabalho que envolve risco. Por meio desta ação, o time entendeu perfeitamente que não importa qual seja a meta que tenhamos que entregar, a segurança precisa estar em primeiro lugar. Aqui na Paraibuna Embalagens, a segurança do nosso colaborador é levada muito a sério, por isso, não medimos esforços para subsidiar treinamentos e ações que trazem mais seguridade para nossa rotina de trabalho”, destaca o gerente de logística da Paraibuna Embalagens, Jorge Mendes.

A prática das ações contou com a participação dos técnicos de saúde e segurança do trabalho e da Comissão Interna de Prevenção a Acidentes (CIPA). Os operadores de empilhadeira foram abordados por meio de lembretes, como se fosse um checklist. Nessa lista estavam incluídas atitudes que tornam o trabalho mais eficiente e programado. Além disso, foi uma oportunidade para ouvir os colaboradores sobre dificuldades que tenham na operação e ajustes que precisam ser feitos para melhorar a movimentação tanto das empilhadeiras quanto dos pedestres.

“Nosso objetivo foi aguçar a equipe sobre as atividades realizadas, lembrando que, quando o trabalho envolve trânsito de equipamentos e de pessoas, o maior vai sempre proteger o menor. Para que isto aconteça de forma positiva, é preciso união, pois ninguém faz nada sozinho. Quando estamos juntos, podemos criar um ambiente de trabalho mais tranquilo. Sabemos dos riscos, por isso, estamos atentos à prevenção para reduzir e, quando possível, poder eliminá-los”, explica a técnica em saúde e segurança do trabalho, Yasmin Gregório. 

O operador de empilhadeiras do setor de aparas da unidade em Juiz de Fora, Julio Lourenço da Silva, aprovou a iniciativa. Para ele, todo treinamento voltado para a segurança é de extrema importância. “O transporte, por si só, já é uma área perigosa. Quando falamos em empilhadeiras, precisamos estar sempre atentos, redobrando nossos cuidados”, comenta.

Já Damião Mauri, operador de empilhadeira no setor de Expedição em Sapucaia, a Operação Empilhadeira foi uma ação muito legal para toda a equipe. “Participar desta ação foi muito importante pra mim. Nesses 12 anos que estou na empresa, vi a Paraibuna crescer tendo esta consciência em relação à segurança dos seus colaboradores. Operar a empilhadeira não é uma questão de velocidade e correria, mas sim de muita atenção e cuidado para alcançar nossos objetivos”.

Notícias Relacionadas