#MomentoSaúdeParaibuna: #Respeite a Vida – 10 de novembro dia nacional de prevenção e combate a surdez.

10/11/21

#MomentoSaúdeParaibuna: #Respeite a Vida – 10 de novembro dia nacional de prevenção e combate a surdez.

Abaixo cronograma das atividades onde trataremos sobre a importância dos cuidados com a audição:

Essa não é só uma pergunta para se obter um sim ou um não. Esse é um questionamento para se fazer uma reflexão profunda sobre a nossa saúde auditiva. No Brasil, a Pesquisa Nacional de Saúde 2019, mostrou que 2,3 milhões de brasileiros (1,1% da população brasileira) declararam possuir muita dificuldade ou não conseguir ouvir de modo algum.

Na Paraibuna Embalagens, onde os profissionais são expostos a níveis de pressão sonora elevados, há uma série de ações para o acompanhamento contínuo dos colaboradores. Em parceria com o SESI, a indústria tem o Programa de Conservação Auditiva, o PCA. Nesse programa são feitas ações constantes e contínuas com o monitoramento dos exames audiométricos, uso correto do protetor, treinamentos e conscientização da importância da saúde auditiva tanto no âmbito da empresa como fora dela. “Desenvolver e implementar programas de prevenção da saúde auditiva contribui para diagnosticar precocemente os casos de perdas auditivas, melhorando, assim, a qualidade de vida do trabalhador. Para as empresas que investem em prevenção auditiva, além da detecção precoce das perdas auditivas, há aumento da produtividade na empresa, já que funcionários com uma audição saudável se torna mais atento e, com isso, produz mais e, ainda, há a diminuição do índice de acidentes de trabalho. E temos um resultado muito importante ano após ano com esse programa. A Paraibuna Embalagens é uma empresa inclusiva que admite portadores de perda auditiva. Temos um acompanhamento contínuo e nos últimos anos não tivemos nenhuma incidência de perda, disse Patrícia Ladeira Chinelato, fonoaudióloga e Coordenadora do PCA, Programa de Conservação Auditiva do SESI.

Ainda segundo Patrícia, a perda auditiva é a doença de comunicação mais comum no homem. A exposição a sons intensos é a segunda causa de deficiência auditiva e muito pode ser feito para prevenir a perda induzida por ruído, mas pouco pode ser feito para reverter os danos que ela causa, por isso, há a intensificação da conscientização no Dia Nacional de Prevenção e Combate à Surdez. Dessa vez o foco junto ao time foram os esclarecimentos em relação aos cuidados que eles devem ter fora dos locais de trabalho para minimizar os ruídos extras ocupacionais do dia a dia. Com o intuito de promover um treinamento mais dinâmico e interativo com o público, desta vez, utilizamos um jogo de mitos ou verdades com um tapete, com o dado e cones, para que eles pudessem responder as perguntas e quem acertasse avançava as casas, o vencedor ganhava um brinde”, afirmou Patrícia

Cinco dicas importantes também foram divulgadas e reforçadas: Ouça música com intensidade moderada, use equipamentos de EPIs, alimente-se de forma saudável, pratique atividades físicas regularmente e avalie sua audição. Nessa ação de intensificação buscamos trazer as informações de maneira mais lúdica e atrativa, por isso, trouxemos jogos de quis e contamos com a participação da boneca “Nina” que demonstrou quantos decibéis estamos nos expondo ao ouvir a música em um simples fone de ouvido disse Sirlei Kelmer,  Técnica de Enfermagem, na Unidade de Juiz de Fora.

Notícias Relacionadas