Mês do Meio Ambiente comemorado de várias formas na Paraibuna Embalagens

01/07/21

Mês do Meio Ambiente comemorado de várias formas na Paraibuna Embalagens

O mês de junho, quando se comemora o Dia Mundial do Meio Ambiente, foi repleto de atividades na Paraibuna Embalagens. Tanto para o público de colaboradores quanto a comunidade do entorno das unidades fabris tiveram a oportunidade de participar das ações, todas com foco na conscientização sobre a importância da preservação e cuidados com o meio ambiente..

Nas duas unidades as comemorações contaram com exposições. Em Juiz de Fora, o Departamento Municipal de Limpeza Urbana, o DEMLURB, fez uma exposição de materiais recicláveis. Em Sapucaia, os artistas foram crianças e adolescente da APAE e do Centro de Acolhimento que fizeram brinquedos com materiais que seriam descartados.

Tanto em Sapucaia como em Juiz de Fora foram feitas oficinas em que os colaboradores, seus familiares e a comunidade foram convidados a participar, tudo dentro das normas estabelecidas em cada município por conta da pandemia. Erica Cazal, foi responsável por ministrar a oficina de sabão, em Juiz de Fora, e a de tapetes, nas duas unidades. A empresa disponibilizou tudo que foi necessário para fazer os tapetes, a talagarça, tecido grosso sobre o qual se faz a trama, e os retalhos de malha.  “Foi muito bacana. A participação foi maior que a gente esperava. Os objetivos dessas oficinas foram mostrar como reaproveitar esses materiais e, dessa forma, preservar o meio ambiente, dar possiblidade de geração de renda, despertar nelas a descoberta de novas habilidade, novos talentos, uma ocupação, uma terapia”, disse Érica Cazal, Assistente Social, da Paraibuna Embalagens.

A oficina de sabão, em Sapucaia, contou com a participação da Diretora da Vigilância, da Prefeitura, que além de ensinar a fazer o produto, levou muita informação sobre como o óleo de cozinha pode ser prejudicial ao meio ambiente. Nós usamos o óleo de cozinha saturado. Ele, quando descartados de maneira indevida em ralos e pias, além de atrair vetores, como ratos e baratas, provoca o entupimento da tubulação. E quando o descarte é feito onde não há o tratamento de esgoto, esse óleo cai nos rios e mananciais, que muitas vezes são fontes de abastecimento de água, provocando a contaminação. Um litro de óleo é capaz de contaminar 10 mil litros de água e no momento em que óleo cai no rio, ele aumenta a temperatura da água e diminuiu a oxigenação comprometendo toda vida aquática”, disse Alcilea Costa Curty, Química e Diretora da Vigilância, em Sapucaia.

Sueli participou das duas oficinas, de tapete e a de sabão, em Sapucaia, e disse que foi muito importante tanto para a conscientização como para abrir os horizontes para novas oportunidades. “Foi muito bom essas oficinas da Paraibuna Embalagens para acrescentar na renda da população e também ajudar o meio ambiente com a reciclagem de materiais. Tudo que aprendemos pode ser útil em algum momento de nossa vida e pretendo aumentar minha renda depois desses cursos”, afirmou Sueli Satyro Silva, Cuidadora de Idosos.

Em Juiz de Fora, Suely, que é mãe de um menino que participa do projeto social da empresa, o Embalando o Bem, além de ter feito questão de participar, ela disse que chamou as amigas para fazerem as oficinas. A gente que mora em comunidade, como aqui na Vila Esperança 1, temos pouco apoio, por isso ficamos muito felizes com as oportunidades queParaibuna Embalagens oferece. Eu fiz as duas oficinas e já estou esperando outros cursos. Eles são muito bons e sempre que tiver, eu estarei lá”, disse, Suely da Silva Moreira Pinto, dona de casa.

Além de tudo isso, nas redes sociais da Paraibuna Embalagens, o público foi estimulado a testar seus conhecimentos sobre reciclagem e sustentabilidade, em um Quiz interativo, com 10 questões.  “Este ano pensamos em comemorar o mês do Meio Ambiente com ações que fossem realizadas com nosso público interno e com a comunidade. O objetivo deste trabalho é levar para a comunidade a missão da empresa que é Garantir o Futuro Reciclando o Presente e, com isso, ajudar as pessoas a melhorarem a renda utilizando materiais recicláveis. E foi um sucesso. Apesar da pandemia, que tivemos que fazer turmas pequenas, todas estavam completas. Pretendemos continuar com este trabalho”, concluiu Fernanda Rocha, Coordenadora do Setor de Meio Ambiente, da Paraibuna Embalagens.

Notícias Relacionadas