Elas podem estar onde quiserem. Na Paraibuna Embalagens elas têm espaço.

11/03/21

Elas podem estar onde quiserem. Na Paraibuna Embalagens elas têm espaço.

Na Paraibuna Embalagens trabalhar pela igualdade de gênero dentro da indústria faz parte de seu propósito. Tanto que a empresa incentiva e viabiliza oportunidades para que as mulheres ocupem cada vez mais espaço no mercado de trabalho. Exemplo disso foi a criação do curso gratuito de empilhadeira exclusivo para mulheres.

A capacitação foi feita nas duas unidades da Paraibuna Embalagens, em Juiz de Fora/MG e Sapucaia/RJ, e já contratou profissionais em ambos os locais. Em Juiz de Fora, a nova operadora de empilhadeira é Cleidinice Ângela da Silva. Ela tem 32 anos, é casada e tem uma filha de menos de dois anos. Cleidinice contou que, ficou sabendo do curso através da irmã e não pensou duas vezes em se inscrever. “Eu não tinha noção nenhuma de como operar uma empilhadeira. Só sabia o que era porque sou formada em logística, mas do operacional deste tipo de equipamento eu não tinha noção.  O curso foi maravilhoso. Uma oportunidade única. Uma bela iniciativa da empresa”, disse.

Cleidinice foi a escolhida entre mais de 70 mulheres, que também estão na base de dados da empresa, para atuar na área de aparas, matéria-prima principal da indústria de papel reciclável. “É uma experiência nova. Eu trabalhei em outras fábricas de papel e nunca vi uma mulher numa empilhadeira, principalmente lidando com a apara. Eu acho que é de grande importância. Ela veio para agregar muito e eu deposito muita confiança na carreira dela na operação da empilhadeira, dentro da Paraibuna, para que possa crescer junto com a gente. Eu acredito que uma mulher vem para agregar. As mulheres costumam ter como diferencial a organização”, afirma Alison Prado, responsável pela área de Aparas, na Paraibuna Embalagens.

          A nova contratada numa área com predominância masculina afirma que está se sentindo muito acolhida e que sabe de sua representatividade dentro da empresa. “Foi uma honra muito grande ser contratada, principalmente num cenário de pandemia quando a gente sabe que muitas empresas estão fechando e a Paraibuna Embalagens está crescendo e contratando. Sobre trabalhar em uma área masculina, tem sido desafiador e estimulante. Quero ser precursora de uma nova cultura na empresa. Estou me esforçando bastante pra corresponder às expectativas da empresa. Estou me sentindo como se eu fosse à protagonista de uma jornada que está só começando que, sejam abertas várias oportunidades para que muitas mulheres possam conquistar esse mercado”, disse Cledinice Angela da Silva, Operadora de empilhadeira.

“As mulheres têm grande contribuição e grande responsabilidade na evolução da empresa, podemos afirmar que a Paraibuna hoje é um exemplo de igualdade de gênero, talvez isso vem mostrar o crescimento que estamos conquistando. Elas têm a capacidade de gestão e organização, e com isso podemos atingir o objetivo. Uma característica que chama muito a atenção nelas é a resiliência”, homenageia Alison Prado.

“Nesse mês de março, mês da mulher, quero homenagear e agradecer a todas e todos que fazem parte do quadro e colaboradores da Paraibuna Embalagens. A elas quero dizer que somos capazes de tudo e que podemos ocupar o lugar que quisermos no mercado e a Paraibuna Embalagens fará de tudo para que seja esse espaço para recebê-las. A elas quero ressaltar como tem sido gratificante ver essa mudança de cultura e a receptividade e igualdade que recebem nossas profissionais. Historicamente, nós mulheres, fomos, e ainda somos descreditadas em alguns mercados, mas aqui na Paraibuna Embalagens a realidade é outra. Seja na gestão, administrativo, técnico ou operacional, as mulheres são vistas e reconhecidas de forma igual e recebem o mesmo respeito e profissionalismo que se espera de uma empresa que zela por sua missão, sua visão, por seus valores e sabe que seu principal ativo são seus profissionais. Na Paraibuna Embalagens, nós mulheres temos vez e voz e isso me deixa muito grata por fazer parte dessa história”, conclui Rita Rievert, Gerente do setor de Gestão de Pessoas da Paraibuna Embalagens.

Notícias Relacionadas