Paraibuna Embalagens dá cinco dicas pra você arrasar no processo seletivo

Paraibuna Embalagens dá cinco dicas pra você arrasar no processo seletivo

Mãos suando, boca seca, nervos, muitas vezes, a flor da pele. Isso tudo é normal, entretanto, a falta de preparo pode agravar ainda mais esse estado emocional que fica, lógico, mais tenso durante um processo seletivo, por isso, que essas dicas vão te ajudar a ter uma melhor performance durante esse momento importante e podem contribuir para que tenha mais assertividade.

 

1 – Leia corretamente a descrição da vaga: Esse ponto é muito importante para você saber os caminhos que a empresa pede para, por exemplo, o envio do currículo, se o retorno será por e-mail ou telefone e o mais importante: para você saber se tem as características apropriadas para a vaga. É de suma importância você está dentro de algumas especificações, porque, caso contrário, vira desperdício do seu tempo e pode gerar maior frustação. “Ás vezes as pessoas sabem que temos vagas e começam a deixar currículo na portaria, sem caminho certo, mandam e-mail para endereços que não são os apropriados, entre outras coisas. Tem alguns desses documentos que até chegam ao RH, mas muito se perdem, por isso é tão importante observar essas informações básicas de envio, não só para o candidato, como também para a empresa, já que podemos perder bons candidatos por não receber os currículos”, ressalta Rita Rievert, Gerente do Setor de Gestão de Pessoas da Paraibuna Embalagens

 

2 – Tenha um currículo atualizado:  Parece algo óbvio, mas não é. Há pessoas que, com a ansiedade ao ver que há uma oportunidade no mercado, pega o currículo que tem e encaminha. O que pode ocorrer, muitas vezes, é ter o telefone e e-mail desatualizados ou incorretos. Outro ponto que merece atenção na hora de fazer essa análise do seu currículo arquivado, é se há alguma nova informação importante como cursos, especializações, etc, que possam agregar muito mais valor ao currículo.

 

3 – Pesquise ao menos um pouco sobre a empresa: Hoje em dia, com as redes digitais, ficou muito mais fácil pesquisar um pouco sobre a empresa que você está se candidatando. Leia o máximo de informações possível. Isso vai te ajudar a interagir com a pessoa que fará seu processo, bem como, vai contribuir para que você entenda e observe se é nessa empresa que você quer começar se dedicar. Analise a visão, a missão e os valores e não fique só na questão do salário. Quando estamos procurando emprego, pode ocorrer de a gente focar só no dinheiro, mas saiba, ele não será o fator determinante para que você faça um bom trabalho e cresça na empresa. O que faz a gente ter um bom desempenho a longo prazo, em qualquer ambiente de trabalho, é alinhar o nosso propósito ao da empresa ou função que vamos desempenhar. “Sempre ficamos muito atentos ao conhecimento dos candidatos sobre a empresa. Não é fator determinante para a escolha, há outros, claro, mas esse é muito importante para gente. Ele mostra que a pessoa teve interesse em nos conhecer. Para nós, aqui na Paraibuna Embalagens, os colaboradores devem estar integrados a tal ponto que possam evoluir e crescer aqui dentro aproveitando todas as oportunidades que damos”, acrescenta Lidiane Namorato, analista de gestão de pessoas.

 

4 – Observe sua postura e comunicação durante o processo: É comum a gente ficar nervoso, como já falamos, e isso pode nos levar a ter uma postura e uma comunicação que atrapalham ainda mais. As vezes achamos que devemos ser descontraídos ou ser mais retraídos, quando na verdade devemos ser a gente mesmo, sem exageros.  Observe o ambiente. Ouça mais. Pergunte quando for questionado. Não interrompa o entrevistador. Descruze braços e pernas e tire bolsas ou mochilas do colo, tudo isso ajuda a passar mais segurança. Tenha uma expressão leve e demonstre tranquilidade. Seja confiante. Não pergunte sobre salário. Fale com dicção, entonação e fluidez. Evite gírias ou jargões. Não fale demais sem ter nada a dizer. Preste atenção nas perguntas para conseguir formular suas respostas. Foque em entender e não apenas em responder mecanicamente. Vá preparado. Saiba que a nossa postura, ou seja, o nosso não verbal, fala mais que as palavras, então cuide dela.

 

5 – Confie no processo e aguarde a resposta: Claro que ficamos ansiosos coma resposta sobre como nos saímos no processo, entretanto, levando em consideração que você usou as dicas acima, seu contato está com a empresa, você já sabe o tempo que vai demorar para a conclusão do processo e os meios que vão te avisar, portanto, não fique ligando para empresa e nem para o entrevistador. Confie que haverá um curso ideal e que você ficará sabendo da resposta. Essa ansiedade não fará bem para você e nem para aqueles que estão analisando o seu desempenho.

Empresas sérias e comprometidas sempre dão feedbacks e avisam como eles vão ser. Algumas ligam apenas para os escolhidos e deixam isso claro no final do processo de seleção. Outras dão retorno, mesmo que por e-mail, para todos. Ouça com atenção os caminhos que falaram e aguarde. As empresas também tem um banco de currículo e muitas vezes o seu pode estar lá esperando pela próxima oportunidade. Então confie no seu preparo e no seu processo. “Para a Paraibuna Embalagens o banco de currículo é muito importante. Fazemos questão de ter um sempre atualizado e recorremos a ele com frequência. Respeitamos todo o processo de seleção e as pessoas que fazem parte dele. E sabemos, com nossa experiência, quais são as pessoas que podem vir a participar de novos momentos. Nossos profissionais envolvidos nos processos são bem preparados para análises técnicas e também comportamentais, por isso prezamos por clareza, seriedade e respeito aos que se candidatam a estar conosco”, conclui Rita.

 

Notícias Relacionadas